A importância da arrecadação de recursos na campanha eleitoral

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
A importância da arrecadação de recursos na campanha eleitoral

Quem trabalha no meio político sabe que é necessário levantar recursos financeiros para conseguir planejar e realizar uma campanha eleitoral bem-feita e que traga resultados. Entretanto, com a mudança da lei e a proibição de arrecadação de Pessoas Jurídicas, o recolhimento financeiro ficou mais complicado.

Mas você sabe, de fato, o quão importante é essa arrecadação? Acompanhe este post que nós explicaremos tudo. Confira:

A IMPORTÂNCIA DA ARRECADAÇÃO FINANCEIRA

A função da arrecadação de recursos financeiros para a campanha eleitoral é justamente para auxiliar no pagamento de material e pessoal durante toda a caminhada do candidato na busca de uma vaga no poder público, para representar a população.

Quanto mais dinheiro arrecadado, maior será a disponibilização de material de campanha para distribuir e mais pessoas poderão ser admitidas para ajudar na campanha. Isso significa um alcance maior do candidato.

É óbvio que sem propaganda nenhum pretendente político conseguirá a quantidade de votos necessários para se eleger. E para conquistar popularidade, é preciso pensar alto e correr atrás. Embora o boca a boca se mostre um dos principais meios para conquistar o eleitorado, os materiais utilizados têm função indispensável, afinal, quem não é visto não é lembrado.

Por isso é tão importante garantir doadores para a campanha eleitoral, a fim de conquistar recursos financeiros. Esse fundo será gasto para:

– Produção de santinhos;
– Realização de comícios;
– Viagens;
– Pessoal;
– Marketing;
– Propagandas na TV, rádio e jornais.

Candidato sem propaganda, não dá, não é mesmo?

DOAÇÃO

A arrecadação eleitoral só poderá ser feita com dinheiro proveniente de doações de Pessoas Físicas. Pessoas Jurídicas, ONGs, entidades estrangeiras, sindicatos e entidades religiosas estão proibidos de repassar recursos financeiros a candidatos políticos, de acordo com a Lei 13.488 de 2017.

COMO ARRECADAR

Nesta nova lei, como já salientamos, somente Pessoas Físicas podem colaborar. E essa arrecadação deve ocorrer por meio da chamada vaquinha eleitoral, que é viabilizada por empresas privadas que têm autorização da Justiça Eleitoral para a realização desse levantamento financeiro. E somente via internet.

Os doadores precisam registrar a doação com:

– Nome;
– CPF;
– Dados bancários, em caso de devolução do dinheiro;
– Telefone.

A empresa arrecadadora deve fornecer o recibo constante da doação.

Conheça agora mesmo nossa plataforma para arrecadação de recursos para campanha eleitoral. Além disso, o sistema conta com um programa de gestão de gabinete e mapeamento de eleitores.

CUIDADOS EXTRAS

Apesar de fácil e rápida, a arrecadação virtual só será liberada após a confirmação do registro da candidatura. Isso significa que, independente do montante levantado para ajudar na campanha, esse dinheiro só chegará ao candidato caso o registro junto ao TSE seja confirmado. Caso contrário, o dinheiro fica retido e retorna ao doador.

Outro ponto de atenção é quanto à data de início de campanha. Por mais que a arrecadação esteja liberada para acontecer a qualquer momento (arrecadação prévia), o candidato precisa tomar cuidado para não praticar campanha eleitoral antecipada, o que pode causar sérias punições pelas leis brasileiras.

Saiba mais sobre planejamento de campanha e outros assuntos no nosso blog. Comente, participe e fique informado!

Comments

comments

Mais conteúdo