Qual a importância e como fazer um bom gerenciamento político?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Seja na campanha eleitoral, no gerenciamento de gabinete ou em qualquer necessidade política, ter processos organizados e eficientes de gestão é um critério fundamental para o sucesso. É por isso que existem diversas soluções de gerenciamento para as mais variadas demandas—e você precisa estar por dentro delas se quiser ser bem-sucedido em qualquer eleição.

Por outro lado, a falta de organização e o amadorismo na condução dos processos políticos e eleitorais pode custar caro: prejuízo financeiro (para você e para os doadores), desgaste pessoal em vários níveis e até mesmo problemas legais.

Com isso em mente, o artigo a seguir pretende apresentar argumentos que demonstram a importância de um bom gerenciamento político e alguns conceitos básicos sobre gerenciamento político-eleitoral eficiente.

Confira!

A importância do gerenciamento político

Conquistar um mandato parlamentar ou executivo é o objetivo de muitos brasileiros e brasileiras. No entanto, apenas a vontade de fazer a diferença ou de lutar por uma causa não é o suficiente para ter sucesso e conquistar o voto dos eleitores.

Os números comprovam que o funil eleitoral não perdoa: dos quase 30 mil candidatos aptos da eleição de 2018, apenas 1,6 mil foram eleitos. Existem vários fatores que separam aqueles que conquistaram a vaga pretendida e os derrotados—incluindo verba de campanha—, mas a organização política é, sem dúvida, um dos principais.

Para os vencedores, especialmente aqueles com pouca experiência, a necessidade de um bom gerenciamento político surge com todo a força na gestão do gabinete, na organização dos colaboradores, no controle orçamentário, na criação de canais eficientes de comunicação com a população e com as demais lideranças políticas.

Assim, não importa em que ponto da jornada política você se encontra, sem um bom gerenciamento político é muito mais difícil se eleger e quase impossível realizar um bom trabalho. É por isso que existem certas soluções de gestão que podem ser uma mão na roda para quem deseja alta performance em campanhas e na gestão do gabinete político.

Passos simples para um bom gerenciamento político

Hoje em dia, com as facilidades da tecnologia, é muito mais fácil gerenciar os processos que demandam organização política. As soluções de gestão política e eleitoral entregam uma série de ferramentas incríveis que mudam o cenário da participação política e reduzem a desigualdade orçamentária entre campanhas.

Contrate um excelente sistema de gestão política

Não adianta começar a movimentar colaboradores e angariar recursos de campanha sem uma ferramenta que centralize de forma inteligente o controle de recursos, a agenda do político, a segmentação dos eleitores ou da população, a estruturação de canais de comunicação e o gerenciamento de comunicação.

Essas e outras funcionalidades estão presentes no melhor software de gerenciamento político-eleitoral do Brasil! Para conhecer mais, acesse o link a seguir:

Busque pessoas qualificados

Encontre os melhores profissionais para ajudar você a gerenciar a sua campanha ou gabinete político. A qualificação, a dedicação e a estabilidade emocional dessas pessoas são essenciais para garantir que você tenha sucesso.

Ouça a voz do povo

Concentre seus esforços em entender o que as pessoas querem e precisam. Se conecte com elas de forma organizada, rápida e eficiente, dando um rosto ao cargo que você ocupa ou deseja ocupar. Usando um bom sistema de gerenciamento político para esse fim, você também pode obter dados para fundamentar o marketing e a atuação política.

É claro, um bom gerenciamento político passa também por outras questões como comunicação, se atentar às dinâmicas sociais, administrar alianças políticas com sabedoria, entre outras. Na sua opinião, qual é o fator mais importante para uma excelente gestão política? Deixe o seu comentário e compartilhe as suas ideais conosco!

Comments

comments

Mais conteúdo