Conheça 4 campanhas políticas de sucesso e inspire-se!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Atuar na vida política requer expertise, profundo conhecimento da sociedade e criatividade para formular campanhas políticas que deem excelentes resultados, levando o candidato a saborear o gosto da vitória.

Muitas vezes, é preciso ainda, beber da história daqueles exemplos que foram e continuam sendo referências para muitos, como são o caso dos que apresentamos a seguir. Confira e se inspire!

1. Varre, varre, vassourinha — Jânio Quadros

Se nasceu na década de 1960, certamente você já conhece o slogan político “Varre, varre, vassourinha”, que foi o principal responsável pela vitória de Jânio Quadros. Político que se vendeu como a esperança para limpar a bandalheira que assolava o Brasil naquela época.

Então, diante do cansaço da população em decorrência da corrupção que atravessava o Brasil em 1960, Jânio Quadro aproveitou a conjuntura atual para se promover como a solução para esse problema. O resultado não foi outro, ele venceu, todavia, renunciou ao cargo sete meses depois que tomou posse.

A sua campanha é um exemplo de inspiração.

2. Os vermelhos — Getúlio Vargas

Getúlio Vargas soube explorar como ninguém o marketing político a seu favor.

Observando o cenário nacional e global de sua época, que foi marcada pela onda vermelha socialista, Vargas passou a disseminar que os vermelhos (comunistas) eram uma ameaça para a soberania brasileira.

Em razão disso, obteve amplo apoio popular, vencendo as eleições de 1951 — antes disso, ele preparou terreno para convencer o povo de que a oposição estava se organizando para tomar o poder e fazer do Brasil um país comunista (plano Cohen).

3. O caçador de marajás — Fernando Collor

Mais conhecido como o caçador de marajás, Fernando Collor é outro exemplo incrível de marketing político.

Para quem ainda não sabe, o que duvidamos muito, os marajás fazem referência aos servidores e políticos com altos salários e privilégios. Contrapondo assim, ao salário que a maioria do povo brasileiro ganhava na época.

Consciente dessa realidade social, Collor investiu no bordão “o caçador de marajás”, justamente para fazer a sociedade acreditar que ele iria acabar com essa realidade e assim, construir uma sociedade mais justa e mais igual. Além disso, investiu em sua imagem pessoal, vendendo-se como um político honesto, justo e transparente.

Como resultado, venceu as eleições de 1990.

4. Bandido bom, é bandido morto — Jair Bolsonaro

O mais recente exemplo de marketing político bem-sucedido é o de Jair Bolsonaro, atual presidente do Brasil.

Diante de dados alarmantes sobre a violência no Brasil, Jair Messias Bolsonaro investiu no discurso de que é preciso combater o crime sem pena — algo desejado pela maioria dos brasileiros, pois ele venceu. Além disso, colocou-se como a esperança para acabar com a corrupção e o lulismo, repetindo diversas vezes que odiava os comunistas e que o Brasil iria se transformar na Venezuela.

O Jair Bolsonaro aproveitou o momento de crise política que o país estava atravessando para fortalecer o seu discurso, encontrando amplo apoio popular.

E então, depois de ler este conteúdo, ficou mais inspirado (a)? Torcemos para que sim! Para conferir outros textos como este, navegue pelo nosso blog.

Comments

comments

Mais conteúdo