Gestão do banco de eleitores: você sabe como utilizar na sua campanha?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Os 45 dias de uma campanha eleitoral é um momento único. Afinal, é nessa hora que temos que mostrar todas as propostas e os motivos da nossa candidatura. Desse modo, saber utilizar de forma eficiente seu banco de eleitores é fundamental para sair vitorioso nas urnas.

Quem já passou pela experiência de planejar uma campanha sabe como isso dá trabalho. Veja nesse post como fazer uma boa gestão do banco de eleitores e saiba como uma ferramenta certa pode te ajudar a ter o controle dos dados de sua campanha.

Como extrair informações de eleitores

Quem pensa que campanha se faz somente nos 45 dias está complemente enganado. Campanha se faz a todo o momento. Desde suas ações em prol da comunidade até a escolha de postagens que você faz da internet em períodos não eleitorais.

Saber como influenciar um eleitor vai muito além de ter um padrinho político ou ser conhecido. Você precisa ser muito ativo e mostrar boas intenções para melhorar a vida das pessoas. Veja como mostrar boas intenções e extrair informações de eleitores:

  • Converse muito com as pessoas ao seu redor
  • Se envolva nas questões da comunidade
  • Ajude pessoas sem esperar nada em troca
  • Entenda os problemas da população
  • Tente solucionar problemas que estiverem ao seu alcance

Seguindo um pouco desse roteiro, você consegue muito mais que informações, você consegue também admiração e respeito das pessoas. E claro, consegue o essencial para planejar sua campanha como endereço, telefone, nome, informações da família, entre outros dados de possíveis eleitores.

Abandone o caderninho ou planilhas

É comum que candidatos utilizem caderninhos de anotações em papel como controle de eleitores ou repassam todas as informações para uma planilha no computador. Mas isso pode ser um empecilho para o avanço de sua campanha.

Isso porque os dados em um caderninho ou planilha não mensuram estatísticas e nem oferecem otimização da informação. Ainda pior, esses modelos de controle podem ser facilmente perdidos e comprometer toda sua campanha.

Desse modo, fazer a gestão correta do banco de eleitores é uma medida crucial para o sucesso da sua campanha. E possuir ferramentas que ajudem nesse trabalho facilita muito a gestão da informação. Veja no nosso site como um sistema de gestão pode aumentar o potencial da sua campanha.

Busque alternativa ao contato presencial

O contato presencial nos 45 dias da campanha é um fator determinante em uma campanha, mas todo esse tempo passa voando! Mesmo fazendo reuniões e estabelecendo uma agenda dia e noite, não tem como ter uma conversa com todos os eleitores do município nesse período.

Por isso, planeje uma forma de captar possíveis eleitores a todo o momento. Seja nas redes sociais, nas ruas, na comunidade, enfim. Divulgue ao máximo suas ações e tente mostrar seu diferencial como candidato em todas as mídias que puder.

Outra dica é tentar fugir ao padrão que vemos na política atual de candidatos e políticos que só aparecem no momento de campanha. Se você se engajar e tentar uma aproximação bem antes da eleição, seu poder de barganha durante os dias da campanha será muito maior.

Tenha um sistema de gestão de banco de dados

Se você estabelecer essas dicas e aliar com um sistema de gestão da informação, tenho certeza que seu trabalho na campanha será muito mais fácil. Um sistema de banco de dados dos eleitores vai trazer informações muito mais precisas para planejar as ações da campanha.

Um sistema de gestão pode trazer dados estatísticos como:

  • Informação dos eleitores por faixa etária de idade
  • informação dos eleitores de acordo com regiões
  • Informações de contato (telefone, e-mail, endereço, redes sociais etc)
  • Informações pessoais (onde trabalha, renda salarial, gosto pessoal etc)

Ou seja, um sistema pode te ajudar a planejar melhor sua agenda de reuniões, seu discurso e o seu tempo. Ele também vai ajudar na divulgação de suas ações e propostas, já que armazena as informações dos principais contatos de seus eleitores, facilitando o disparo de mídia em massa.

Assim, quanto mais informações você tem de seus eleitores, melhor será para o planejamento das ações de sua campanha. Gostou dessas dicas? Comente e conte-nos como você faz a gestão de seu banco de eleitores. Aproveite para conferir nossas demais publicações do blog.

Comments

comments

Mais conteúdo